Embraer nega intenção de venda

0
2441
A EDS é responsável pela modernização de diversos modelos de aeronaves da FAB e Marinha do Brasil. (Imagem: Marinha do Brasil)

Procurada pela reportagem de T&D, a assessoria de imprensa da Embraer Defesa & Segurança (EDS) afirmou que as especulações em torno de uma possível venda de seus ativos não são verdadeiras. Em resposta à nota publicada pelo jornalista Lauro Jardim, na edição de ontem (25) do jornal “O Globo”, a EDS enfatizou em comunicado: “A Embraer nega a especulação sobre a venda de sua área de Defesa & Segurança.”

A EDS é atualmente o mais importante braço industrial brasileiro na área de Defesa. Junto de suas subsidiárias, mantém contratos com as três Forças Armadas correspondentes a importantes projetos estratégicos como é o caso do avião militar de transporte KC-390 da Força Aérea Brasileira (FAB) e Sistema Integrado de Monitoramento de Fronteiras (SISFRON) do Exército Brasileiro, bem como de participação na implantação do Sistema de Gerenciamento da Amazônia Azul (SisGAAz) coordenado pela Marinha do Brasil.

Além de atuar no mercado interno, a companhia atende requisitos de clientes estrangeiros tendo o seu A-29 Super Tucano alcançado significativo sucesso comercial.

Ivan Plavetz