Dia do Piloto de Helicóptero é comemorado no Brasil.

0
3131
Pilotos do BOA CBMMG se dirigem para o Arcanjo: Voando para Salvar!
Pilotos e tripulantes do BOA CBMMG: presença da mulher pilotando e comandando.

No dia 24 de fevereiro de 1972, um grupo de 12 pilotos de helicóptero realizou umas das missões mais difíceis da história.

Enquanto um incêndio consumia o Edifício Andraus, na região central da cidade de São Paulo, esses verdadeiros heróis, enfrentando as mais adversas condições, fizeram o resgate de cerca de 350 pessoas, evitando uma tragédia ainda maior.

A mulher em comando: H135M da Helibras.
A mulher pilotando helicópteros: visão comum no Campo de Marte, SP.

Esse marco na história da aviação nacional, com o feito heroico desses profissionais, contribuiu para colocar em evidência a importância dos helicópteros, cujo trabalho, além de movimentar a economia do país, ajuda a salvar vidas, dando origem ao Dia do Piloto de Helicóptero.

Decolando da Pampulha com o BOA CBMMG.
Sobrevoando São Paulo a bordo de um EC-130 T2 da Helibras.
Voando com o GRPAE/PMESP, o Grupamento Àguia, sobre a Represa Guarapiranga.
Piloto do BOA CBMMG: profissionalismo e paixão pela missão.
Comandante de H-135M da Helibras.
Voando com a Aviação Naval, Esquadrão HU-1. Preparando o pouso na fragata Greenhalgh (F-46).
O resgate efetuado pelas equipes de convoo faz a diferença entre viver e morrer para pilotos navais.
O pouso a bordo dos navios, em convoos apertados, é uma manobra de alto risco executada rotineiramente. 

Para um jornalista e repórter fotográfico especializado em temas militares e aviação como este autor, a parceria, a confiança e total respeito as determinação de segurança colocadas por esses profissionais resultam nas imagens que vocês, leitores, estão a ver nessa homenagem.

Essa é a maneira que a Revista Tecnologia & Defesa encontrou para homenagear a mulheres e homens que decolam em suas máquinas incríveis para cumprir missões das mais variadas e difíceis, todos os dias, nesse imenso Brasil.

Pilotos e Tripulantes Operacionais do Esquadrão HS-1: Matadores de Submarinos.
Voando com a Aviação do Exército na Operação Escudo.
101 Anos da Aviação Naval: poder naval efetivado em asas rotativas.
O piloto militar no seu escritório de trabalho, o cockpit de um helicóptero.
Pilotos de Aviação de Segurança Pública: salvar e combater, servir e proteger.
No seu posto de pilotagem, o coronel Gambarone, ex-comandante dos Águias e da PMESP.
Reflexos: uma honra voar com os Águias!
Capacete de tripulante operacional de Jaguar HM-4 da AVEX.
Piloto da AVEX no cockpit de um Cougar MK.8, durante exercício operacional.
Piloto do Águia 09 mandando um “Joinha” durante decolagem no Campo de Marte.
Pilotos de Ensaios em Voo da Helibras: característico macacão de voo laranja. (acima)
Tripulante Operacional: olhos e ouvidos atentos para auxiliar o piloto.
Pilotos de Ensaios em Voo da Helibras: característico macacão de voo laranja. (acima)
Tripulante Operacional da Aviação Naval e seu uniforme de voo.
Pilotos do Esquadrão HU-2 comandando um Helibras UH-15.
Piloto e Co-Piloto de aeronave Fennec UH-12 Esquilo do Esquadrão HU-1, ANMB. (acima e abaixo)

Os pilotos de Blackhawk da FAB: C-SAR ou busca e resgate de combate, a missão mais perigosa.

Os pilotos civis, maioria no País, pilotam pequenos helicópteros utilitários. (acima e em cima)
O dia que, ao invés de fotografar piloto e tripulante, fui fotografado por eles!
Com o então major PMESP Freixo, comemorando um dia inteiro de voos e treinamentos com os Águias!