Defesa antiaérea: Planejamento logístico e operacional para os Jogos Olímpicos

0
4113
Imagem 1 Planej.Log.-AAAe
(Imagem: 1ª Bda AAAe)

Entre os dias 14 e 18 de março, a 1ª Brigada de Artilharia Antiaérea (1ª Bda AAAe) realizará reunião para detalhamento do emprego dos meios orgânicos dos Grupos de Artilharia Antiaérea para a defesa antiaérea dos Jogos Olímpicos e Paralímpicos 2016. Os comandantes de organizações militares do Exército Brasileiro  que participarão da defesa antiaérea do evento estarão presentes na reunião.

Entre as organizações militares orgânicas da 1ª Bda AAAe que serão empregadas figuram o 1º Grupo de Artilharia Antiaérea (Rio de Janeiro/RJ), o 2º Grupo de Artilharia Antiaérea (Praia Grande/SP), o 3º Grupo de Artilharia Antiaérea (Caxias do Sul/RS), o 4º Grupo de Artilharia Antiaérea (Sete Lagoas/MG), o 11º Grupo de Artilharia Antiaérea (Brasília/DF), o Núcleo do Batalhão de Manutenção e Suprimento de Artilharia Antiaérea (Osasco/SP) e, ainda, organizações militares de Artilharia Antiaérea orgânicas de Brigadas de Infantaria, como a 5ª Bateria de Artilharia Antiaérea Leve (Osasco/SP), a 9ª Bateria de Artilharia Antiaérea (Macaé/RJ), a 14ª Bateria de Artilharia Antiaérea (Olinda/PE) e a 21ª Bateria de Artilharia Antiaérea Paraquedista (Rio de Janeiro/RJ).

Imagem 2 Planej.Log.-AAAe
Sistemas VBC DAAe KMW Gepard 1A2 devem juntar-se a outros meios de defesa antiaérea nos Jogos Olímpicos e Paralímpicos de 2016. (Imagem: 1ª Bda AAAe.)

Ainda em fase de estudo logístico, o emprego da 6ª Bateria de Artilharia Antiaérea Autopropulsada (Santa Maria/RS) e da 11ª Bateria de Artilharia Antiaérea Autopropulsada (Ponta Grossa/PR), orgânicas respectivamente da 6ª Brigada de Infantaria Blindada e da 5ª Brigada de Cavalaria Blindada, possibilitará que as Viaturas Blindadas de Combate de Defesa Antiaérea (VBC DAAe) KMW Gepard 1A2, recentemente adquiridas pelo Exército Brasileiro, possam somar na defesa antiaérea dos grandes eventos deste ano.

Ivan Plavetz