Dassault Rafale: França e Índia definem acordo

0
1298
Imagem 1 Rafale-India
(Imagem: Armée de L’Air)

A Índia completou todas as negociações e formalidades para a aquisição de 36 aviões de combate Rafale da Dassault Aviation, bem como entregou toda a documentação relativa para o governo da França, segundo fontes oficiais.

O Acordo Inter Governamental (IGA conforme sigla em inglês), pelo qual os aviões serão adquiridos, poderá ser firmado em Nova Delhi durante a visita do presidente francês, François Hollande, à Índia, marcada para o próximo dia 25 de janeiro. Hollande será o chefe-de-estado convidado de honra para assistir a parada militar alusiva ao Dia da República no próximo dia 26.

O valor do negócio está estimado em US$ 9 bilhões. Os Rafales serão entregues para a Força Aérea da Índia (IAF de acordo com sigla em inglês) em condições de voo. No âmbito do negócio, a Dassault e seus parceiros Safran e Thales, responsáveis pelos motores e sistemas eletrônicos, respectivamente, manterão alguns vínculos tecnológicos com a local DRDO (Defence Research and Development Organisation) e com empresas privadas da Índia, bem como com a estatal Hindustan Aircraft Limited (HAL), para o cumprimento de compromissos de offset.

Imagem 2 Rafale-India
A Índia vai tornar-se o terceiro cliente de exportação do Rafale. (Imagem: Armée de L’Air)

Mais detalhes ainda não foram divulgados, entretanto, sabe-se que a expectativa de vida operacional dos Rafales na IAF será de 30 a 40 anos, sendo que para atender esse requisito uma quantidade de informações e tecnologias de upgrade será necessária para mantê-los operacionais.

Vale lembrar que, nos anos de 1980 através de um acordo semelhante de governo a governo, a Índia comprou da França aviões de combate Mirage 2000. A partir de 1985 o país asiático recebeu mais de 60 caças do modelo, sendo que 10 deles fizeram parte de uma segunda encomenda.

Ivan Plavetz
Fonte: IHS Jane’s Defence Weekly