Corpo de Bombeiros investe em prevenção nas comunidades rurais (MG).

0
458
A estratégia da Corporação este ano aposta na conscientização de adultos e crianças, já que 99,1% dos incêndios têm origem humana, seja de forma intencional ou não.

Dando sequência a ação inédita na cidade de Uberaba, o Corpo de Bombeiros Militar de Minas Gerais (CBMMG), visita comunidades rurais e orienta sobre a prevenção de incêndios em vegetação.

Desta vez, a atividade foi desenvolvida na comunidade da Serrinha, com a presença de 53 pessoas.

O período de estiagem é bastante severo no Território Triângulo Sul, um dos motivos pelos quais é a região com a maior quantidade de focos de incêndios em vegetação.

Ano passado, a região de Uberaba enfrentou fortes incêndios em canaviais, que afetaram a segurança de pessoas até mesmo nas rodovias.

Uma pessoa que combatia um desses incêndios foi atingida pelas chamas e perdeu a vida em um canavial.

A estratégia da Corporação este ano aposta na conscientização de adultos e crianças, já que 99,1% dos incêndios têm origem humana, seja de forma intencional ou não.

Os incêndios em vegetação resultam em perdas de flora e fauna, prejudicam nascentes, pioram a qualidade do ar e asseveram doenças respiratórias, além de trazerem prejuízos às lavouras.

Podem provocar ainda problemas na transmissão de energia elétrica e a fumaça coloca em risco o tráfego terrestre e aéreo, mas o maior prejuízo certamente é de vidas humanas.

A mobilização das pessoas nas comunidades é feita pelo Conselho de Segurança Rural (CONSER), ONG sediada em Uberaba.

Fazer aceiros, jamais “capinar” usando o fogo, destinar corretamente o lixo e orientar as crianças são ações elementares e colaboram para reduzir os gastos com os combates.

Em Uberaba, os funcionários de empresas agrícolas da região e voluntários, a partir do dia 14 de maio, serão capacitados gratuitamente para prevenir e combater princípios de incêndios.

A proposta é abreviar o tempo do início do combate, o que tende a reduzir a área queimada e tudo relacionado a isto.