Corpo de Bombeiros de Minas Gerais usará a pista da Helibras

0
1684
(Imagem: Marcelo Sant’anna/Imprensa MG)

Enquanto o aeroporto de Itajubá não fica pronto, a Helibras e a prefeitura do município mineiro, por meio da Secretaria Municipal de Saúde, assinaram um Termo de Compromisso que permite a utilização do heliponto da empresa para pousos e decolagens do helicóptero Esquilo do Batalhão de Operações Aéreas do Corpo de Bombeiros de Minas Gerais.

A pista da Helibras servirá de apoio para as missões de transporte aéreo de urgência médica e a interação terrestre com o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência, o SAMU. A base do SAMU de Itajubá fica a menos de 1 quilômetro das instalações da empresa, facilitando o atendimento ao paciente e à população do sul de Minas Gerais.

O helicóptero permanecerá baseado no posto do Corpo de Bombeiros do Sul de Minas, em Varginha. A frota da corporação, que atende todo o estado mineiro, é composta por dois Esquilos e um EC145. A Helibras é parceira da Secretaria Estadual de Saúde de Minas, prestando suporte logístico a todos os helicópteros em operação.

Batizado de Arcanjo 02, o helicóptero foi recebido pela unidade dos Bombeiros do Sul de Minas em abril deste ano. A aeronave faz o transporte e resgate da população e também vem operando em atendimentos pré-hospitalares de alta complexidade em conjunto com o SAMU. Para essas missões, o Esquilo possui capacidade para transportar um paciente em maca e a equipe composta por bombeiros, um médico e um enfermeiro.

Equipada com Unidade de Tratamento Intensivo (UTI), a aeronave transportará os profissionais nos atendimentos pré-hospitalares como: transferências inter-hospitalares de urgência, captação de órgãos, transporte aeromédico, bem como, por parte do Corpo de Bombeiros, em atividades de prevenção aquática, salvamento em altura, incêndios florestais, transporte e resgate em locais de difícil acesso e transporte de equipe especializada.

Ivan Plavetz