CIBld inicia a capacitação de militares para as VBC OAP M109 A5+BR

0
2813

Paulo Roberto Bastos

O Centro de Instrução de Blindados General Walter Pires (CIBld) está realizando diversos cursos para capacitar militares na operação de seu novo Sistema de Armas, a Viatura Blindada de Combate Obuseiro Autopropulsado (VBC OAP) M109 A5+ BR.

O primeiro deles foi o Treinamento para Capacitação de Gerenciamento do Sistema VBC OAP M109 A5+ BR (Senior Leader Training) para militares dos 3º e 5º Grupos de Artilharia de campanha Autopropulsados (GAC AP), localizados em Santa Maria (RS) e Curitiba (PR), respectivamente, no período de 16 a 18 de outubro, e, desde o dia 14 de outubro está sendo ministrado os Curso de Operação e o Curso de Manutenção desse sistema, com previsão para término  em 08 de novembro deste ano. Todos eles ministrado por técnicos da empresa BAE Systems.

As VBC OAP M109 A5+ BR fazem parte de um lote de 40 M109A5 adquiridos, em 2014, diretamente do governo dos EUA, através de seus programas de Artigos de Defesa Excedente (Excess Defense Articles – EDA) e Vendas Militares Estrangeiras (Foreign Military Sales – FMS), sendo que 8 já haviam sido entregues, sendo 2 recuperados e transformados em treinadores pelo PqRMnt/5, e que se encontram em uso no CIBld, e os 6 restantes destinados a reaproveitamento de componentes (spare parts), e os 32 remanescentes foram modernizados pela empresa BAE Systems a um custo de aproximadamente US$ 54 milhões.

Os veículos modernizados, além de serem entregues no “estado de novos”, ganharam radares de medição de velocidade inicial e bloqueador remoto do tubo (ambos originais da versão A6), equipamentos de sistema digital de direção de tiro, navegação inercial e GPS (que possibilitarão a automação de procedimentos e integração com cartas digitais em tempo real), rádios digitais Harris Falcon III, que é o mesmo utilizado pelas demais viaturas das tropas blindadas, e intercomunicadores Thales SOTAS.

Esses implementos possibilitarão uma melhora considerável no poder de fogo das unidades com o aumento da capacidade de resposta em missão de tiro, maior velocidade de preparação e realização dos disparos, redução de erros de dados do alvo, aumento de precisão dos cálculos balísticos, comunicação digital com mais segurança e transmissão de dados, em relação à versão A5 original.

Todas essas modificações, os colocam dentre os sistemas de artilharia de tubo mais eficientes da atualidade e serão a base do processo de transformação da Artilharia do Exército Brasileiro.

Os 32 M109 A5+ BR foram entregues em 04/10, desembarcando no Porto do Rio Grande, no Rio Grande do Sul (ver http://tecnodefesa.com.br/chegam-finalmente-ao-brasil-os-m-109a5-br-plus-modernizados-pela-bae-systems-aco), e, em seguida, encaminhados para o Parque Regional de Manutenção da 3ª Região Militar (Pq R Mnt/3), localizado em Santa Maria/RS, para serem distribuídas para serem distribuídas aos 3º e 5º GAC AP (16 cada), onde substituirão as VBC OAP M108, que já se encontram em processo de desativação.

No dia 09/10, 6 M019 A5+ BR, todos já selecionados para o 3º GAC AP, foram recebidos no CIBld para serem utilizados nos cursos (http://tecnodefesa.com.br/cibld-recebe-m109-a5br-plus-para-a-capacitacao-de-operadores/).

As fotos a seguir foram nos enviadas por um colaborador e mostram essas viaturas durante os cursos, inclusive com as primeiras fotos internas desse novo sistema de armas.