China e seus quatro Navios-Aeródromos: Dominação Amarela?

0
2400
@RupprechtDeino - Probably the first module of the Type 003 carrier has been spotted at the Jiangnan Shipyard, Changxing/Shanghai.

O primeiro módulo do novo Super Carrier de propulsão nuclear Type 003 (110.000 toneladas) foi fotografado/observado (foto de abertura) essa semana no estaleiro de Jiangnan, Changxing / Shanghai, o que pode ser traduzido como o início efectivo da sua construção pela Marinha do Exército de Libertação do Povo Chinês (PLAN).

Arte Digital apresenta uma possível configuração final do Type 003 de 110.000 toneladas.

Rumores apontam que o próximo modelo de NAe chinês, o Type 003, será movido por um reator a energia nuclear. Esse Super Carrier deslocaria 110.000 toneladas.

Arte Digital apresenta uma possível configuração final do Type 003 de 110.000 toneladas.

Relatórios confiáveis ​​publicados por observadores internacionais no início de 2018 indicavam que a China buscava construir, na atualidade, pelo menos um Navio-Aeródromo de 80.000 toneladas (Type 002) enquanto realiza os testes de mar um Ski-Jump Type 001A.

A China está finalizando a entrega do primeiro NAe totalmente produzido no país, do modelo Type 001A, que usa rampa Ski-jump.

O Liaoning na sua base. Observar os imensos portalós em azul.

Mas enquanto a Marinha do Exército de Libertação do Povo Chinês (PLAN) usa o pioneiro Liaoning Type 001 como um navio de treinamento, o Type 001A será um NAe Ski-Jump totalmente equipado e bem armado.

O Liaoning em alto mar.
O Type 001A no dia do seu lançamento ao mar, final de 2017. (acima e abaixo)

Com efeito, o Type 001A possui novo conjunto de armas, aeronaves e radares/sensores mais avançados (caças J-15 apoiados por radares Tipo 346A).

O caça naval pesado J-15.
Os projetos do Type 002 mostram uma configuração bem semelhante a dos carriers norte-americanos.

Espera-se que o Type 002, atualmente em construção, use propulsão convencional, juntamente com uma série de avanços tecnológicos como o EMALS (Electromagnetic Aircraft Launch System) sistema de catapulta eletromagnética e convoo angulado.

Assim, a China vai operar em futuro breve um par de navios com capacidade CATOBAR (Catapult Assisted Take-Off) Type 002 e Type 003, navios projetados com um conjunto de habilidades significativamente diferente da dupla Type 001/001A (Ski-Jump).

O Type 003, que permanecia em grande parte na prancheta até o momento, deverá deslocar 110.000 toneladas.

Arte Digital apresenta uma possível configuração final do Type 003 de 110.000 toneladas.

Esse Super Navio-Aeródromo chinês será o primeiro do tipo a ser construído desde os anos de 1950, em qualquer lugar do mundo, capaz de rivalizar com os poderosos super-carriers da US Navy.

A China também colocará em serviço uma nova geração de caças e drones (provavelmente baseado no caça furtivo J-31) disponíveis no momento em que o Type 003 estiver pronto.

A China não tem muitas bases navais ao redor do mundo, então a posse de navios-aeródromo movidos á energia nuclear resolveria os problemas de reabastecimento de um grupo tarefa da Marinha Chinesa nucleado em porta-aviões de longo alcance.

Dessa forma, é possível delinear, no curto prazo, uma força de quatro navios aeródromos, o que permitiria uma disponibilidade constante de dois/três NAe, sendo um Ski-Jump de curto alcance e menor capacidade, mantido nas águas do litoral chinês, um Type 002 e seu grupo de escoltas e navios de suporte logístico/tanques, e um Type 003 Super Carrier capaz de nuclear um grupo tarefa de longo alcance com escoltas e navios de suporte logístico/tanques.

Os dois NAe Ski-Jump, o Type 001 Liaoning e o Type 001A.

O Type 003 (e seus sucessores) deverá ter como papel precípuo projetar poder e defender interesses chineses em qualquer um dos mares exteriores.

Certamente, o poderoso programa de construção naval militar da China atualmente em curso não se resumirá a posse de somente quatro navios aeródromos.

O Type 002, de propulsão convencional, aparece nos planos chineses como capitânea da frota do Oceano Índico.

Obs do Autor: A China deverá padronizar no futuro sua frota de NAes com os modelos Type 003 de propulsão nuclear, EMALS (CATOBAR) e convoo angulado. O Type 002 pode ser considerado um ensaio geral de exequibilidade do mais poderoso Type 003, assim como o Liaoning serviu de ensaio para o mais poderoso Type 001A (em testes de mar atualmente). A conclusão é que a combinação de baixa tonelagem e operação ski-jump, para a China, se mostrou pequena, demandando navios maiores e mais capazes (ainda mais que a PLAN optou por operar um caça pesado). O Type 001A poderá se tornar, no médio prazo, o projeto de NAe oferecido para exportação no mercado internacional.