Chile requisita mísseis Evolved Sea Sparrow

0
2372
(Imagem: Marinha dos Estados Unidos)

A Agência de Cooperação para Segurança e Defesa dos Estados Unidos (DSCA conforme sigla em inglês) notificou o Congresso norte-americano, que o Departamento de Estado aprovou uma potencial venda através do Foreign Military Sale (FMS) de mísseis Raytheon RIM-162 Evolved Sea Sparrow Missiles (ESSMs) para o Chile. De acordo com o comunicado da DSCA, o valor do negócio é da ordem de US$ 140,10 milhões.

A requisição chilena envolve 33 ESSMs, seis Sistemas de Telemetria para o ESSMs e três Sistemas de Lançamento Vertical (VLS) Mk.41 baseado na versão tática VII, segundo especificou a DSCA.

Outros itens solicitados inclui 10 Quad Pack Canisters (berço do míssil no interior do VLS Mk41), cinco Containers de Embarque ESSM, cinco Transmissores de Ondas Continuas para Iluminação MK-73,um Sistema de Inicialização Inercial de Suprimento de Energia para o Missil (IMIPS), além de partes, suporte operacional e treinamento.

O RIM-162 Evolved Sea Sparrow Missile (ESSM) é um míssil superfície-ar evoluído do RIM-7 Sea Sparrow, utilizado para proteger navios de guerra do ataque de mísseis e aeronaves. O ESSM foi concebido para conter mísseis anti-navio supersônicos manobráveis.

O ESSM voa a Mach 4 (quatro vezes a velocidade do som) e alcança alvos a 50 km de distância. (Imagem: Marinha dos Estados Unidos)

Comparado com o Sea Sparrow, o ESSM possui um motor foguete maior e mais potente visando aumentar o seu alcance e agilidade, bem como uma aerodinâmica moderna. A trajetória do ESSM até o alvo é corrigida por datalink e a guiagem na  aproximação final é executada por radar semi-ativo. Seu alcance útil supera 50 Km.

Ainda não foi divulgado oficialmente em quais navios da Marinha do Chile esses mísseis serão instalados.

Ivan Plavetz
Fonte: IHS Jane’s Defence Weekly