Chile quer modernizar frota de transporte aéreo militar

0
2133

O Exército do Chile está planejando adquirir um lote inicial entre quarto e seis aviões de transporte médio para substituir bimotores turboélice CASA C121 Aviocar que foram desativados recentemente. O C295W da Airbus Defence & Space e o C-27J Spartan da Leonardo Finmeccanica emergem como os principais candidatos. A escolha oficial deverá ser anunciada em 2017.

Qualquer que seja o modelo selecionado, irá reforçar a frota de aviões de transporte de asa fixa do Exército chileno, que atualmente compreende três exemplares do CN235 da Airbus Defence & Space, recentemente revitalizados e modernizados.

Ao mesmo tempo, a Força Aérea do Chile (FACh) está adiando os planos para receber aviões militares de transporte médio para fortalecer as Brigadas Aéreas que atualmente empregam quadrimotores C-130 B/H Hercules, CASA C212 Aviocar e de Havilland Canada DHC-6 Twin Otter.

O C-27J emerge como um dos favoritos do Exército do Chile (Imagem: Airbus Defence & Space)
O C-27J emerge como um dos favoritos do Exército do Chile (Imagem: Airbus Defence & Space)

Vale lembrar que o Chile é signatário de uma carta de intenção para a compra de seis jatos militares de transporte KC-390 da Embraer, e também assinou, em julho de 2005, o mesmo tipo de documento correspondente à três A400M da Airbus D&S, mas essa segunda possível compra não prosperou.

Ivan Plavetz
Fonte: Fonte: Jane’s Defence Weekly