CAE fornecerá o sistema de treinamento de helicóptero SH-16 Seahawk para a Marinha do Brasil.

0
1921
CAE entregará esse abrangente sistema de treinamento S-70B Seahawk para a Base Aérea Naval de São Pedro da Aldeia, na região dos Lagos, perto do Rio de Janeiro.

A CAE anunciou hoje (07/02) que a sua divisão CAE EUA recebeu um contrato adjudicado pela Marinha dos Estados Unidos (US Navy) via  Foreign Military Sales (FMS) para fornecer à Marinha do Brasil (MB) um abrangente sistema de treinamento para seus helicópteros S-70B Seahawk (SH-16 na Aviação Naval).

A CAE irá projetar e fabricar dois dispositivos de treinamento S-70B: um treinador de voo operacional S-70B de base fixa (operational flight trainer ou OFT) para ser usado para o treinamento do piloto, juntamente com um instrutor de táticas de armas S-70B (weapons tatctical trainer ou WTT) para ser usado para treinar tripulantes operadores de sensores e oficiais coordenadores táticos.

Os dois dispositivos de treinamento podem operar de forma independente ou podem ser conectados em rede criando um treinador de voo operacional tático S-70B Seahawk (tactical operational flight trainer ou TOFT) que fornece um sistema total de treinamento de missão para tripulação aérea.

O S-70B Seahawk é o helicóptero multimissão padrão da US Navy, existindo ainda as versões especializadas desse aparelho. (Imagem: Roberto Caiafa)

“Ao longo dos últimos 15 anos, a CAE desenvolveu uma série de sistemas de treinamento de helicópteros Seahawk para a Marinha dos EUA, bem como outros clientes militares pelo mundo, e estamos satisfeitos em sermos selecionados para fornecer à Marinha do Brasil um Sistema de treinamento de helicóptero Seahawk S-70B de classe mundial”, disse Ray Duquette, presidente e gerente geral da CAE USA. “O treinamento sintético de alta fidelidade é ideal para treinar e preparar as tripulações para o sucesso da missão, e esta abrangente solução de treinamento S-70B ajudará a Marinha do Brasil a preparar suas tripulações para realizar com segurança uma série de missões”.

O S-70B OFT apoiará o treinamento dos pilotos e co-pilotos do S-70B da Marinha do Brasil em procedimentos normais e de emergência, bem como uma variedade de cenários de missão.

O simulador de voo contará com o gerador de imagem CAE Medallion-6000 e a arquitetura do banco de dados comum do consórcio geoespacial aberto (OGC CDB), um padrão internacional para a criação de bases de dados de ambiente sintético.

Pilotos e Tripulantes Operacionais do Esquadrão HS-1: Matadores de Submarinos também caça alvos de superfície. (Imagem: Roberto Caiafa)

O S-70B WTT replicará o back-end do helicóptero S-70B e será usado para apoiar o treinamento de operadores de sensores e oficiais coordenadores táticos. O S-70B WTT apresentará simulações detalhadas do ambiente subaquático e atmosférico, armas e sensores da aeronave, tudo para preparar os membros da tripulação para missões anti-submarinas e anti-superfície com grande realismo.

Quando o S-70B OFT e S-70B WTT estão conectados em rede para criar o SFT 70- TOFT, o piloto e o co-piloto juntamente com a tripulação na cabine, operando os sensores, podem interagir e interoperar no cenário de treinamento como fariam durante uma missão real.

A CAE entregará esse abrangente sistema de treinamento S-70B Seahawk para a Base Aérea Naval de São Pedro da Aldeia, na região dos Lagos, perto do Rio de Janeiro.

SH-16 lança torpedo MK46 Mod5 (Imagem: Roberto Caiafa)