Brasília receberá evento da Indústria de Defesa

0
2683
(Imagem: Tereza Sobreira/MD)

Na semana que vem, entre os dias 27 e 29 de setembro, será realizada na capital federal a 4ª edição da mostra da Base Industrial de Defesa do Brasil (4ª Mostra BID-Brasil), evento importante para a indústria de defesa brasileira e que deve receber aproximadamente 3.500 visitantes entre adidos militares estrangeiros, membros de corpos diplomáticos, representantes das Forças Armadas e de forças de Segurança Pública além de convidados do setor acadêmico.

Realizada pela Associação Brasileira das Indústrias de Materiais de Defesa e Segurança (ABIMDE), com o apoio institucional do Ministério da Defesa e da Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (APEX-Brasil), a 4ª edição do evento ocorrerá no Centro de Convenções Ulysses Guimarães, em Brasília, e contará com mais de 80 empresas inscritas, aproximadamente 10% a mais de expositores do que na última edição do evento.

Estão inscritas empresas afiliadas a ABIMDE e a outras entidades, além do Porto Digital de Recife-PE (um dos principais parques tecnológicos e ambientes de inovação do Brasil) e do Polo de Desenvolvimento de Santa Maria- RS.

O ministro da Defesa, Raul Jungmann, disse que o evento é um dos mais importantes no sentido de gerar novas oportunidades, abrindo mercados para a indústria nacional de Defesa. “Trata-se de uma importante oportunidade de mostrarmos aos outros países a força da nossa indústria nacional e o seu incrível potencial de gerar novas tecnologias de uso dual, que se aplicam, não apenas no meio militar, como são úteis para diversos outros setores”.

Nessa edição da BID-Brasil serão convidados estudantes de cursos relacionados com o setor, como engenharia e tecnologia da informação. “Queremos mostrar para essa nova geração como o setor de Defesa vai muito além da produção de armamentos, representando um segmento com amplas possibilidades”, explicou o secretário de Produtos de Defesa do Ministério da Defesa, Flávio Basílio.

No evento, aberto para público previamente inscrito, além de estandes, salas de reunião e auditório, haverá também uma parte externa para exposição de viaturas e equipamentos das Forças Armadas brasileiras e um espaço para demonstração de produtos onde poderão ser observados voos de aeronaves não tripuladas e movimentação de veículos.

Na parte interna do Centro de Convenções, os visitantes poderão conhecer os principais equipamentos e projetos estratégicos da Marinha do Brasil, do Exército Brasileiro e da Força Aérea Brasileira, como embarcações, os blindados Urutu e Guarani, e um mockup da aeronave Gripen, além de partes do SISFRON (Sistema Integrado de Monitoramento de Fronteiras).

A 4ª Mostra BID Brasil será o maior encontro da Base Industrial de Defesa do País. (Imagem: Tereza Sobreira/MD)
A 4ª Mostra BID Brasil será o maior encontro da Base Industrial de Defesa do País. (Imagem: Tereza Sobreira/MD)

Também será possível conhecer de perto os balões de segurança que foram utilizados nos Jogos Olímpicos Rio 2016 e atualmente comercializados pela empresa ALTAVE de São José dos Campos (SP).

Além de mostrar para outros países o que vem sendo produzido pela indústria de Defesa do Brasil, o encontro é também uma oportunidade para negócios internos. Representantes das Forças de Segurança Pública apresentarão um painel com palestras, expondo as principais demandas por produtos de defesa em um futuro próximo.

Outro ponto importante na programação de seminários será uma apresentação feita pelas Forças Singulares – Marinha, Exército e Aeronáutica – sobre as principais demandas por tecnologia que precisam ser desenvolvidas ou reforçadas no Brasil. “Será um importante recado para a nossa indústria nacional porque elas poderão saber com clareza quais setores devem ser priorizados na busca por novas tecnologias a serem implementadas em seus produtos”, contou o diretor do Departamento de Promoção Comercial do Ministério da Defesa, almirante Antônio Carlos Guerreiro.

A programação e os detalhes da 4ª Mostra BID-Brasil poderão ser encontrados aqui.

Ivan Plavetz