Apresentação do KC-390 em Portugal

0
2927

A OGMA recebeu na última segunda-feira (04) a primeira apresentação oficial, fora do Brasil, do KC-390; a nova aeronave militar de transporte da Embraer. Essa foi a primeira viagem internacional do KC-390, e a primeira travessia oceânica da aeronave.

A cerimônia contou com a presença do primeiro-ministro de Portugal, António Costa, vários membros do governo português, das Forças Armadas, de várias empresas e instituições universitárias nacionais.

Os convidados foram recebidos pelo presidente da Embraer Segurança & Defesa, Jackson Schneider, e pelo presidente & CEO da OGMA, Rodrigo Rosa. A construção do KC-390 envolve a participação de vários países e destaca-se pelas suas características singulares de múltiplo uso.

O primeiro-ministro, António Costa, elogiou a parceria entre Portugal e o Brasil e o seu contributo para a construção desta aeronave que representa o maior projeto aeronáutico desenvolvido nos dois países.

No dia 14 de dezembro de 2012 foi anunciada a esperada assinatura de contrato de parceria com Portugal relativo ao programa KC-390. Representado pela OGMA-Indústria Aeronáutica de Portugal, organização da qual a Embraer detém expressiva participação acionária, a empresa portuguesa  ao lado de sua conterrânea EEA-Empresa de Engenharia Aeronáutica S.A. esta contribuindo com o programa.

CEO da OGMA, Rodrigo Rosa, (esquerda), o primeiro-ministro de Portugal, António Costa, centro e o CEO da Embraer D&S, Jackson Schneider, na direita. (Imagem: OGMA)
CEO da OGMA, Rodrigo Rosa, (esquerda), o primeiro-ministro de Portugal, António Costa, centro e o CEO da Embraer D&S, Jackson Schneider, na direita. (Imagem: OGMA)

Ficou acertado que a OGMA produziria e forneceria três pacotes: a seção central da fuselagem; os sponsons dos trens de pouso, incluindo as portas dos trens principais; e o profundor. Os dois últimos contam com a engenharia de desenvolvimento a cargo da EEA, incluindo os ensaios e a preparação para a produção.

Para o caso da fuselagem central, essas atividades estão por conta da Embraer. Por ocasião da assinatura da carta de intenções com o governo do Brasil em setembro de 2010, o Ministério da Defesa de Portugal comprometeu-se a adquirir seis exemplares do KC-390.

Ivan Plavetz