A SENER e o KC-390

0
2273
Foto 1 SENER-KC-390.
(Imagem: Agência Força Aérea)

O grupo de engenharia e tecnologia espanhol SENER completou a entrega de um sistema de manipulação de grandes peças destinado à linha de montagem do avião militar de transporte KC-390, da Embraer Defesa & Segurança (EDS).

O sistema consiste em um veículo multidirecional dotado de uma plataforma móvel acionada por um mecanismo de elevação, cuja capacidade permite movimentação de peças de até cinco toneladas a uma altura de até cinco metros. O sistema tem elevada precisão de posicionamento, sendo que funciona com desvios de cota (altura) de apenas um décimo de milímetro. A SENER afirma que o sistema permite um cuidadoso manejo de peças com estreita tolerância dimensional, e servirá tanto para os processos de fabricação como para manutenção de aeronaves.

Além do sistema entregue para a Embraer, a SENER providenciou os serviços de montagem do dispositivo na linha de produção da empresa e seus respectivos testes de funcionamento.

Foto 2 SENER-KC-390.
O dispositivo da SENER permite precisão milimétrica na movimentação de peças de grande peso e dimensões. (Imagem: SENER)

Conforme a empresa espanhola, o contrato com a Embraer é importante não apenas por ser o primeiro firmado com o setor aeronáutico, mas também por ter sido selecionada pelo terceiro maior fabricante de aviões civis do mundo. A empresa avalia que isso é o reflexo de sua doutrina de investir constantemente em inovação, resultando em qualificação para atuar na indústria aeronáutica de vanguarda, notadamente em engenharia de processos e desenvolvimento de produtos, ou em materiais compósitos.

A SENER dispõe de oficinas próprias em São Paulo, Rio de Janeiro e Brasília desde 2010. Seu quadro de funcionários supera 300 profissionais brasileiros especializados em engenharia e produção. Esses profissionais atuam em projetos navais, com o emprego de um complexo gerenciado por tecnologia CAD/CAM/CAE própria para desenho e construção de navios, conhecido como Sistema FORAN, que foi contratado pela Marinha do Brasil e pelos estaleiros Aker Promar, STX e Itajaí.

Ivan Plavetz