50º aniversário do primeiro pouso do homem na Lua e a Airbus (Espaço).

0
1078
No no dia 20 de julho será comemorado o 50º aniversário do primeiro pouso do homem na Lua - um marco extremamente importante.

  • No dia 20 de julho será comemorado o 50º aniversário do primeiro pouso do homem na lua – um marco extremamente importante.
  • Em reconhecimento a este evento, a Airbus desenvolveu um documento que reúne os diversos esforços da empresa para exploração espacial e de inovação relevantes para futuras missões lunares.
  • O arquivo traz um resumo sobre os programas da Airbus, assim como comentários de Oliver Juckenhöfe, Gerente da planta Airbus Bremen e Head of On-Orbit Services and Exploration (Diretor de Serviços em Orbita e Exploração).

SPACE SYSTEMS

À Lua e de volta à Terra com a Airbus – Cinquenta anos após o homem pousar na Lua, nosso vizinho celestial volta a se aproximar da Terra.

A NASA, a Agência Espacial americana, está planejando levar astronautas ao satélite
terrestre até 2024 como parte de suas missões Artemis.

Plantas da Airbus em Bremen e Friedrichshafen, na Alemanha, e em Toulouse, na França, são importantes locais para o aeroespaço global.

Quando se trata de viagens espaciais com humanos e contribuição da Europa para a Estação Espacial International em especial, esses espaços são vitais. Eles têm um papel ativo na exploração espacial e em futuras missões lunares de diversas maneiras.

Espaçonave Orion

O programa Artemis é uma série de cinco missões, três das quais envolvem o uso de uma
aeronave Orion, um veículo que tem um papel muito importante nos planos da NASA para
viagens espaciais com humanos.

A força da espaçonave Orion foi feita em Bremen: o módulo de serviço Europeu, que foi
desenvolvido e construído pela Airbus a pedido da Agência Espacial Europeia (ESA).

O módulo de serviço fornece propulsão, energia e gera ar puro, além de regular a
temperatura.

O primeiro módulo saiu da cidade cortada pelo Rio Weser e foi entregue à
NASA em novembro de 2018.

Um segundo módulo está em construção nas salas limpas da Airbus, com negociações atualmente em andamento para pedido adicionais.

O primeiro voo Orion em 2020, que acontecerá na forma de um teste de voo sem piloto, levará a aeronave para muito além da Lua antes de retornar à Terra.

Oliver Juckenhöfe, Gerente da planta Airbus Bremen e Head of On-Orbit Services and
Exploration (Diretor de Serviços em Orbita e Exploração) afirma: “Quando olho para o céu durante a noite e vejo a Lua, muitas vezes penso em como é fascinante que, em breve, humanos poderão pisar em sua superfície e conduzir pesquisas. Estou muito orgulhoso que Bremen tenha um papel tão importante. Graças ao Spacelab, ao laboratório Columbus e ao veículo espacial de carga ATV, a Airbus em Bremen adquiriu uma experiência sem precedentes em voos espaciais com humanos, algo reconhecido por todo o mundo. Por isso, estamos trabalhando com todos os principais parceiros espaciais como parte de uma rede internacional. Graças ao nosso trabalho em tecnologia ATV, estamos qualificados para desenvolver e construir módulos de serviço para a nova aeronave Orion e a NASA concordou, pela primeira vez na história, em permitir que uma empresa não americana trabalhe em um módulo tão importante.”