40 viaturas VLEGA Chivunk para o Exército Brasileiro em 2018

0
14348
VLEGA CHIVUNK rebocando morteiro pesado de 120 mm: ambos PRODE fabricados no Brasil.

Após a conclusão do período de testes do lote piloto (10 protótipos fabricados por R$ 3,2 milhões/US$ 1,3 milhões) no primeiro trimestre de 2018, o Exército Brasileiro deverá contratar a produção e entrega de 40 exemplares da Viatura Leve de Emprego Geral Aerotransportável (VLEGA) CHIVUNK.

A viatura CHIVUNK é um Produto de Defesa (PRODE) desenvolvido pelo Centro Tecnológico do Exército Brasileiro (CTEx) com base nas necessidades doutrinárias e operacionais das Forças de Ação Rápida (leia-se Brigada de Infantaria Paraquedista e Brigada de Forças Especiais).

Projetado para oferecer alta mobilidade em qualquer terreno, pode ser transportado por helicópteros médios (carga externa enganchada), ou por aeronaves de transporte militar C-130 Hércules/EDS KC-390 (até quatro viaturas empilhadas/encaixadas/prontas para lançamento por paraquedas, duas + duas).

O CHIVUNK durante testes nas instalações do CAEx, RJ. (Todas as imagens: Exército Brasileiro)

Sua grande versatilidade em ações de reconhecimento/ataque, ressuprimento, transporte de material, evacuação de feridos e outras, tornam o CHIVUNK talhado para operar prioritariamente junto a tropas de operações especiais/para-quedistas.

A tração 4×4 e a robustez da suspensão independente nas quatro rodas conferem ao veículo excepcional mobilidade. O chassi tubular extra-reforçado é preparado para resistir ao stress dos lançamentos a baixa altitude (fardos com dois veículos podem ser preparados para lançamento/empilhados como forma de ocupar menos espaço).

Um “Fardo” CHIVUNK sendo preparado para lançamento por paraquedas: duas viaturas empilhadas (o desenho do carro prevê essa situação e facilita os encaixes).

Em avaliação

O protótipo da VLEGA CHIVUNK foi avaliado e homologado através do Relatório de Avaliação nº 019/11-CAEx, e o projeto encontra-se atualmente na fase final de avaliação do lote-piloto composto por 10 viaturas, fabricadas entre 2013 e 2017.

Os testes em andamento deverão ser concluídos até fevereiro de 2018 com o emprego dos veículos por frações de tropas paraquedistas e forças especiais, incluindo lançamentos pelo jato de transporte militar KC390.

Vista Esquemática CAD 3D do projeto CHIVUNK.

O veículo para três militares pode ser usado como plataforma para morteiro de 120 mm e está armado, na sua versão padrão, com duas armas anticarro de infantaria ALAC (rojões descartáveis de 81 mm) e uma metralhadora de apoio MAG em calibre 7,62 mm. Transporta até 500 kg de carga e tem autonomia de 590 km.

Os 10 exemplares contratados em 2013 foram manufaturados na cidade de Barueri, interior do Estado de São Paulo, pela empresa CEPPE Equipamentos Industriais e Comércio Ltda, especializada na fabricação, desenvolvimento, manutenção e revitalização de veículos militares (blindados e viaturas leves), fabricação de veículos especiais (ambulâncias, caminhão cozinha, carros forte) e projetos especiais em mecânica, tubulações, estruturas metálicas, etc.

Ficha Técnica CHIVUNK:

Comp./Larg./Alt.: 4,68 m x 2,35 m x 2,00 m
Vão livre: 0,32 m
Ângulo de entrada / saída: 54,5° / 40,9°
Velocidade máx. / mín.: 120 km/h / 3,82 km/h
Rampa longitudinal/Lateral: 60% / 40%
Transposição de vau: 0,50 m
Obstáculo vertical: 0,36 m
Autonomia: 590 km
Guarnição: 3 homens
Capacidade de carga: 500 kg
Armamento: 1 Mtr 7,62mm MAG
2 Arma Leve Anti-Carro (ALAC/AT-4)
2 Para-FAL

 

Um helicóptero HM-3 Cougar da AVEX transportando um CHIVUNK como carga externa, durante os testes do projeto.