1º RCC resgata sua história (Aço!)

0
2811
“Carro de Combate M4 Sherman, durante exercícios em dezembro de 1968 (Foto coleção de Paulo Cid Fellows)”.

Paulo Bastos e Hélio Higuchi

No dia 17 de agosto de 2018, o 1º Regimento de Carros de Combate (1º RCC), localizado na importante cidade de Santa Maria, no centro do Estado do Rio Grande do Sul, inaugurou o Espaço Cultural General Antero de Mattos Filho.

O ambiente foi planejado para preservar todas as suas tradições e o rico legado histórico através de um museu de blindados a céu aberto, o Pátio dos Blindados do 1º RCC.

“Portão as Armas do 1º Regimento de Carros de Combate (Foto Soldado Moura, 1º RCC)”

Nessa exposição estão reunidos todos os Carros de Combate que foram utilizados pela unidade, que agora podem ser admirados pela comunidade.

A ideia por trás desse Espaço surgiu em 2017, quando o coronel Renato Jose Madureira Rocha assumiu o comando da unidade e resolveu por em prática o Projeto Raízes, Valores e Tradições” (PRVT), criadas pela Diretoria do Patrimônio Histórico e Cultural do Exército (DPHCEx) através da Portaria Nº 255-EME, de 4 de julho de 2016.

Os objetivos estabelecidos: “divulgar o patrimônio histórico do exército, visando ao fortalecimento dos valores, tradições e ética profissional militar; incentivar a pesquisa e a difusão da história militar do brasil; estimular o culto aos heróis militares nacionais; e  conhecer os aspectos históricos da região, estado e município onde o militar está servindo”, ou seja preservar a história do EB e compartilha-la com a sociedade.

Essa é, sem dúvida, uma iniciativa que pode e deve encontrar eco em outras Organizações Militares pelo Brasil.

O PRVT NO 1º RCC

Em fevereiro de 2017, o 1º RCC passou a executar o Projeto Resgate Histórico do 1º RCC com as seguintes finalidades: lançar um livro contando a história do Regimento, entrevistar os antigos comandantes, reconstituir os álbuns fotográficos da OM e criar um espaço cultural com objetos doados por antigos comandantes e integrantes, além de reunir os quatro CC que fizeram parte da história da OM.

Após um longo trabalho, que envolveu muita pesquisa, e aproveitando a data de 17 de agosto, aniversário de 74 anos da unidade, foram realizados quatros eventos simultâneos, com a presença de antigos comandantes, autoridades e convidados.

“Capa do livro A História do 1º RCC – Do Derby Club (1944) aos dias atuais…” (Foto Luciano Souza).

O primeiro deles foi o lançamento do Livro “A História do 1º RCC – Do Derby Club (1944) aos dias atuais…”, que relata toda a história da unidade, através de fotos e textos em português, inglês e espanhol.

Inauguração do Espaço Cultural General Antero de Mattos Filho, nome do primeiro comandante da Unidade, onde se encontram diversas obras, como o quadro “Os Vanguardeiros”, pintado pelo Coronel Pedro Paulo Cantalice Estigarribia, um armário contendo 21 (vinte e um) álbuns refeitos de antigos comandantes e troféus obtidos pelo Regimento.

“Inauguração do Espaço Cultural. Da esquerda para a direita: Cel Rocha (1º RCC), Cel Rodrigues e o Gen Bda Geovany Carrião de Freitas (Cmt 6ª Bda Inf Bld)” (Foto Luciano Souza)

Também existe um totem com tela touch screen contendo as entrevistas dos antigos comandantes e fotos de vários períodos, quatro mostruários com objetos diversos, entre eles, o primeiro boletim da OM e o livro carga de 1944, um quadro em modelo Canvas com a linha do tempo da unidade e outro contendo o objeto mais importante do acervo: a espada de oficial do general Antero de Mattos Filho.

Uma cerimônia militar, com destaque para a entrega de diplomas de amigos do 1º RCC, com uma formatura, onde desfilaram os antigos integrantes, a tropa a pé e as viaturas blindadas atualmente em uso.

“Desfile dos antigos integrantes do 1º RCC. Atrás podemos ver alguns blindados, entre eles o recém-chegado VBE-PC M577A2” (Foto Luciano Souza).

Por fim, foi inaugurado o Pátio dos Blindados do 1º RCC, um espaço cultural aberto ao público em geral, com a exposição permanente dos quatro modelos de Carros de Combate que foram utilizados pela Unidade: Stuart, Sherman, M41 e Leopard.

O pátio funcionará diariamente, das 08:00 as 18:00 horas, e possui estacionamento próprio e acesso exclusivo pelo lado de fora da Unidade.

UM BREVE HISTÓRICO DO 1º RCC

Criado por intermédio do Decreto Lei Nº 6.813, de 21 de agosto de 1944, inicialmente foi denominado 1º Batalhão de Carros de Combate da Divisão Motomecanizada (1º BCC-DMM), aquartelados inicialmente na antiga Avenida Derby Club, à Rua Matta Machado, onde é localizado atualmente o Estádio do Maracanã.

O 1º BCC-DMM foi organizado seguindo os padrões do Medium Tank Battalion do U.S. Army, dos EUA, e era organizado basicamente por três companhias de Carros de Combate Médios (CCM) e uma companhia de Carros de Combate Leves (CCL).

“O Pátio dos Blindados, onde-se pode ver um M3 Stuart, o M4 Sherman ‘VOVÔ’ (o mais antigo Sherman do EB), um M41C Caxias e um Leopard 1A1” (Foto Cel Rocha, 1º RCC).

Para equipá-las, a Unidade recebeu 53 (cinquenta e três) CCM M4 Sherman e 17 (dezessete) CCL M3A1 Stuart.

Em 18 de janeiro de 1972, recebeu sua denominação atual, 1º Regimento de Carros de Combate (1º RCC), e em 2004, iniciou seu processo de transferência para a seu quartel atual, em Santa Maria/RS.

“Uma rara foto dos CCL M3A1 Stuart no primeiro aquartelamento do então 1º BCC, nos anos 40”.

A unidade já operou os Carros de Combate M3A1 Stuart, M4 Sherman, M41A3 Walker Bulldog, M41C Caxias e Leopard 1A1, e, desde 2011, opera 54 (cinquenta e quatro) modernos Leopard 1A5BR, divididos em quatro Esquadrões.